Quais são os custos de um cartão pré-pago?

Os principais custos para um cartão pré-pago são a taxa de IOF, emissão e reemissão, saques e anuidade. Todos eles, com exceção do IOF, são dependentes das empresas responsáveis pelos cartões. O IOF, cobrado em compras internacionais, é fixado em 6,38%. Na emissão cobra-se até R$14,99. A anuidade pode custar até R$5,95/mês. Existe também o encargo para transferências, que pode chegar a R$9,90.

Quanto de IOF é cobrado em um cartão de crédito pré-pago?

O encargo mais recorrente o é o IOF, ou Imposto sobre Operações Financeiras, esta taxa hoje está em 6,38% para crédito pré-pago. Ele é cobrado quando realizar uma compra internacional, seja física ou virtual.

É importante ressaltar que o IOF não é a taxa de câmbio, mesmo sendo relacionadas. Ou seja, quando realizar pagamentos em lojas estrangeiras com cartão de crédito, você será cobrado tanto pelo imposto quanto pela taxa cambial.

Se estiver precisando fazer um cartão pré-pago internacional grátis, poderá encontrar este tutorial aqui, no Cartão Pré-Pago.

Qual é a taxa de emissão e reemissão para um cartão de crédito recarregável?

Para você produzir o seu cartão recarregável algumas empresas não cobram a emissão, sendo obrigatório que o usuário realize uma recarga com valor mínimo. As quantias mínimas de recarga estão em torno de R$20 a R$300. Outras empresas cobram a emissão do cartão em si, com valores podendo chegar a R$14,99, além do saldo.

Caso você perca seu cartão, existe a possibilidade de fazer a reemissão, que é basicamente uma segunda via. Neste caso, é possível que as operadoras cobrem valores entre R$9,90 até R$24,99. Assim, em alguns dias um novo card chegará, podendo-se utilizar o saldo do anterior.

Quais as taxas para realização de saques com cartão pré-pago?

Quase todas as empresas cobram pela função, requisitando valores que circulam entre R$6,40 até R$14,50. As instituições que são exceções exigem taxas apenas para saques de valores altos, acima de R$1.400.

Também há a alternativa de sacar por uma lotérica, o que faz os saques serem aproximadamente 30% mais baixos. Se estiver em terras brasileiras, esta é a melhor forma de fazer a retirada de quantias de um cartão recarregável.

Outras cobranças do cartão pré-pago

Uma das cobranças que as empresas praticam é a anuidade, realizada apenas para manter o cartão pré-pago ativo. Poucas empresas o fazem, porém cobram em torno de R$3,50 a R$6,90 por mês.

Também encontramos as taxas de transferência, as quais se aplicam de maneira idêntica aos bancos tradicionais e seus TEDs e DOCs. Neste caso, os valores variam de R$2,90 até R$9,90. Além disso, estas quantias se aplicam igualmente ao PIX.

Por fim, outras taxas que podem ser aplicadas são para consulta de saldos em caixas eletrônicos e emissão de boletos para recargas, as quais são menores ou iguais a R$5.

Qual o funcionamento do cartão de crédito pré-pago?

Como funciona um Cartão Pré-Pago?

Primeiramente, este tipo de cartão funciona de maneira totalmente recarregável, ou seja, você insere um valor na conta anexada antes de usar. Desta forma, o cartão recarregado poderá ser utilizado para compras nacionais e internacionais, tanto físicas quanto virtuais.

Para produzir um destes cartões é necessário baixar o app da instituição desejada, inserir seus dados e fazer o cadastro, além de inserir o valor mínimo de recarga. Após isso, o aplicativo pedirá os seus dados de entrega, enviando em até 3 semanas, em média. Mostramos este processo em detalhes anteriormente.

O Banco Central regulamenta esta operação desde 2014, definindo a taxa de IOF, os dados que as empresas poderão coletar e quais os valores máximos de cobrança. O conjunto de regras atualizadas em 2021 podem ser vistos na plataforma oficial do BC.

Quais são os benefícios de usar um cartão apto a ser recarregado?

Um dos benefícios desta forma de cartão de crédito é a independência perante as instituições financeiras. Outro fator relevante é que para realizar a emissão o cliente não precisa passar pela aprovação de crédito.

Além disso, esses cartões estão disponíveis para programa de pontos, como o Mastercard Surpreenda. Listamos todas as vantagens em um outro artigo que pode ser conferido aqui.

Quais são os melhores cartões pré-pagos internacionais?

Há no mercado várias opções para a realização de compras internacionais utilizando crédito. Por conta dessa variedade, selecionamos os melhores cartões pré-pagos a fim de realizar uma comparação.

Além disso, dissecamos as palavras miúdas em cada plataforma oficial para encontrar todas as taxas praticadas por estas instituições. Veja qual foi a nossa seleção de melhores cartões internacionais:

  • RecargaPay
  • Wise
  • Superdigital
  • CardPay
  • Acesso

Uma das opções, o cartão Wise, permite fazer transações cambiais diretamente pelo aplicativo. Porém o usuário precisa possui uma conta no respectivo país da moeda. Saiba mais deste app em sua análise.

Conclusão:

Verificamos quais são os principais encargos que os usuários de cartão pré-pago poderão encontrar, como o IOF, taxa de saque, emissão e anuidade. Desta maneira, poderá perceber todas as nuances que as empresas escondem nas entrelinhas.

É bastante importante estar antenado acerca das plataformas financeiras, pois lá haverão todos os detalhes de taxas e encargos. Além disso, veja se a operadora possui a loja internacional que pretende comprar nos seus parceiros.

5 comentários em “Quais são os custos de um cartão pré-pago?”

Deixe um comentário