Fiz um Pix errado e agora? – 3 possíveis soluções a usar

Se você já enviou um Pix para o destinatário errado e está buscando maneiras de recuperar o valor, fique tranquilo, pois existem três ações que podem ajudá-lo a reaver seu dinheiro

Antes de mergulharmos nas soluções, vamos entender o que é  Pix e como ele funciona. O Pix é um sistema de pagamentos instantâneos que permite a realização de transferências e pagamentos em tempo real, 24 horas por dia, sete dias por semana.

A velocidade e a praticidade do Pix são, sem dúvida, grandes atrativos, tornando o sistema extremamente popular e seguro no Brasil.

O Pix é seguro, mas os usuários podem cometer erros ao realizar transações, como enviar o dinheiro para o destinatário errado. 

Com cerca de 100 milhões de transações realizadas diariamente, é normal que algumas delas apresentem problemas. Mas não se preocupe, existem opções para tentar recuperar o dinheiro em caso de Pix errado.

Neste artigo, você aprenderá três formas de tentar recuperar o valor enviado incorretamente e como proceder em cada situação. 

Abordaremos a importância de entrar em contato com o beneficiário errado, como utilizar o Mecanismo Especial de Devolução e, por fim, quando e como buscar apoio jurídico. Vamos explorar cada uma dessas etapas para que você saiba exatamente o que fazer diante de um Pix errado.

1) Solicite o estorno para quem recebeu

A primeira e, muitas vezes, a melhor solução para recuperar o dinheiro enviado através de um Pix errado é entrar em contato diretamente com a pessoa que o recebeu.

É importante lembrar que a maioria dos envios para destinatários errados ocorre devido a um simples clique no contato incorreto no aplicativo de envio. Como o Pix já conta com mais de 138 milhões de usuários, é natural que pequenos erros possam acontecer.

Se você conhece o beneficiário que recebeu o dinheiro por engano, fica mais fácil conversar e tentar reaver o valor. Caso não conheça o destinatário, não se preocupe, pois a chave Pix pode ser uma aliada nesse momento. 

Afinal, essa chave revela alguns dados que podem ser utilizados para localizar e entrar em contato com a pessoa.

A melhor chave Pix para isso é o número de telefone celular, mas o e-mail também pode ser útil. Se você ainda assim não conseguir contatar o beneficiário, uma opção é consultar a instituição financeira que recebeu o valor no comprovante de envio. 

Ao entrar em contato com o atendimento ao cliente, informe a chave Pix da pessoa que recebeu o dinheiro e solicite auxílio para tentar obter o estorno por meio dessa abordagem.

Fiz um PIX errado. E agora? Como estornar ou cancelar um PIX

2) Tente obter apoio com o Mecanismo Especial de Devolução

Se você não conseguir localizar o destinatário e tiver enviado um Pix errado devido a uma falha no aplicativo ou tiver sido vítima de um golpe de fraude, roubo ou coerção, é possível tentar obter o dinheiro de volta através do Mecanismo Especial de Devolução (MED).

O MED é uma ferramenta criada pelo Banco Central para auxiliar na recuperação de recursos em casos de fraude, como o golpe do Pix, ou situações em que o usuário não consegue cancelar um Pix indevido. 

Ele funciona como um instrumento que permite às instituições financeiras solucionarem casos específicos de transferências indevidas, sendo especialmente útil quando não é possível resolver a situação diretamente com o beneficiário.

É importante ressaltar que o MED não é utilizado em casos de erro humano, como quando o usuário aperta o botão errado ou digitar a chave errada. Nesses casos, o recomendado é seguir as orientações apresentadas no tópico anterior sobre solicitar o estorno para quem recebeu.

Para solicitar a utilização do Mecanismo Especial de Devolução, o usuário deve entrar em contato com a instituição financeira na qual realizou o Pix e informar o ocorrido. A instituição, então, avaliará o caso e poderá iniciar o processo de devolução, se aplicável. 

Vale lembrar que cada instituição pode ter suas próprias regras e prazos para esse procedimento, sendo essencial verificar as informações junto ao seu banco ou fintech.

Dessa forma, o MED surge como uma alternativa em situações mais complexas, auxiliando na recuperação de recursos em casos de fraude e outras situações específicas.

BC te Explica #28 – Mecanismo Especial de Devolução do Pix (MED)

3) Procure apoio jurídico

Se você não obteve sucesso com o Mecanismo Especial de Devolução e a pessoa que recebeu o dinheiro se recusar a estorná-lo, a última solução é procurar apoio jurídico. Muitas vítimas de golpes e fraudes estão recorrendo à Justiça para recuperar o dinheiro, formando, assim, um certo nível de jurisprudência sobre o assunto.

Atualmente, é consenso no meio jurídico que receber um Pix por engano e não devolver o valor pode ser considerado um crime. 

Portanto, existe a possibilidade de processar a pessoa que se recusa a estornar um Pix enviado incorretamente. Com isso, muitos usuários recuperam dinheiro perdido na Justiça.

No entanto, é fundamental que você consulte um advogado de confiança e especializado no assunto para analisar seu caso específico. 

Cada situação é única e requer uma avaliação cuidadosa para que as medidas legais adequadas sejam tomadas e aumentem suas chances de reaver o valor enviado por engano.

Em resumo, o apoio jurídico pode ser uma opção viável em casos em que as alternativas anteriores não resolveram a situação. Converse com um profissional para entender melhor os direitos e possibilidades legais relacionadas ao seu caso.

Quanto tempo leva para receber o dinheiro de volta?

O tempo necessário para recuperar o valor de um Pix errado varia conforme cada caso e o método utilizado para o estorno. É importante estar ciente dos prazos e possibilidades associados a cada abordagem para gerenciar suas expectativas adequadamente.

O primeiro é o contato direto com o destinatário e estorno. Nesse caso, não há prazo específico para a devolução do dinheiro. 

Se a pessoa que recebeu o Pix estiver disposta a devolver o valor, a transação pode ocorrer em questão de minutos, já que o Pix permite transferências instantâneas, mesmo o Pix de um banco para outro.

A outra forma é o uso do Mecanismo Especial de Devolução (MED). Após a utilização do MED, o dinheiro é devolvido em até 24 horas. No entanto, é importante considerar que há prazos estabelecidos pelo Banco Central para o uso desse sistema, que podem levar até 80 dias. Dessa forma, o tempo total para a devolução do valor pode variar bastante.

A última mas não menos importante opção é o processo judicial que acontece em casos que envolvem ações judiciais, não há prazo determinado para a devolução do dinheiro. O processo pode se estender por meses ou até mesmo anos, dependendo das circunstâncias e da complexidade do caso.

Diante dessas informações, é fundamental ter em mente que cada situação é única e o tempo necessário para recuperar o valor de um Pix errado dependerá da abordagem utilizada e das especificidades do caso. 

Conhecer os prazos e possibilidades de cada método pode auxiliar na tomada de decisões e na gestão das expectativas relacionadas à recuperação do dinheiro.

Como consertar Pix Agendado com erro?

No caso de um Pix Agendado, corrigir um erro ou problema é muito mais simples, pois a transação ainda não foi efetuada. O Pix Agendado permite que você agende uma transferência ou pagamento para uma data futura, e como a transação ainda não ocorreu, é possível realizar ajustes antes da conclusão.

Se você identificar algum erro no Pix Agendado, como destinatário incorreto ou valor equivocado, basta cancelar o agendamento e refazê-lo corretamente

Não é necessário qualquer intervenção por parte do aplicativo, banco ou Banco Central, pois apenas o usuário pode gerenciar o processo de cancelamento e novo agendamento.

Para cancelar um Pix Agendado, siga as instruções fornecidas pelo seu banco ou aplicativo de pagamentos. Geralmente, é possível encontrar a opção de cancelamento na área de agendamentos ou transações futuras. 

Após o cancelamento, você pode criar um novo Pix Agendado com as informações corretas, evitando assim quaisquer complicações relacionadas a erros na transação.

Vale a pena contratar um seguro Pix para essas situações?

A contratação de um Seguro Pix pode ser uma opção interessante para proteger suas transações e minimizar os riscos associados a erros, golpes e fraudes. 

O Seguro Pix é uma modalidade de seguro que oferece proteção financeira em casos de transferências realizadas de maneira equivocada, golpes ou fraudes. A depender da cobertura contratada, ele pode ajudar a recuperar o dinheiro de forma mais rápida e com menos custos do que um processo judicial.

Um exemplo de seguro que oferece proteção para transações Pix é o Seguro Pix do RecargaPay. Ele pode ser acionado em casos de golpes, fraudes e coações, e é o único seguro Pix Universal, ou seja, válido para contas em outras instituições além do próprio RecargaPay. Sua cobertura chega a até R$2 mil por evento.

O Seguro Pix do RecargaPay está incluso na assinatura do Prime+, que custa R$19,90 por mês e traz diversas outras vantagens. Entre elas, está a menor taxa ao realizar um Pix com cartão de crédito, além de outros benefícios relacionados a pagamentos e serviços financeiros.

Ao avaliar se vale a pena contratar um Seguro Pix, é importante analisar as coberturas oferecidas, os custos envolvidos e a frequência com que você realiza transações utilizando o Pix. A contratação desse tipo de seguro pode ser uma forma eficaz de obter maior tranquilidade e segurança ao utilizar o sistema de pagamentos instantâneos.

Conclusão

Em resumo, é fundamental estar atento às possíveis soluções para recuperar o dinheiro de um Pix enviado incorretamente. Primeiramente, tente contato direto com o destinatário para solicitar o estorno. Caso isso não seja possível, recorra ao Mecanismo Especial de Devolução (MED) ou, em último caso, procure apoio jurídico. Lembre-se de que o tempo para recuperar o valor depende de cada caso e da abordagem utilizada.

Recomendamos que, ao realizar transferências via Pix, sempre verifique com atenção os dados do destinatário e o valor a ser enviado. No caso de Pix Agendado, lembre-se de que é mais simples corrigir erros, bastando cancelar e refazer o agendamento. Além disso, considere a possibilidade de contratar um Seguro Pix para obter maior proteção e tranquilidade ao utilizar esse sistema de pagamentos instantâneos.

Por fim, esteja ciente de que cada situação é única e os prazos e possibilidades para recuperar o dinheiro variam de acordo com a abordagem adotada. Conhecer as opções disponíveis e suas características ajudará na tomada de decisões e no gerenciamento das expectativas relacionadas à recuperação do valor enviado por engano. Mantenha-se informado e sempre busque orientação adequada em casos de dúvidas ou problemas relacionados às transferências Pix.