Pix de um banco para outro – Veja como enviar seu pagamento

Para fazer um Pix de um banco para o outro é necessário:

Sendo assim, no artigo de hoje mostraremos como é possível realizar esse tipo de transferência instantânea de um banco para o outro. Se você quer saber mais, acompanhe o conteúdo que preparamos.

Para esse procedimento basta:

  1. 1 – Baixe o aplicativo do RecargaPay

    Primeiramente é preciso clicar na imagem seguinte para baixar o aplicativo do RecargaPay

  2. 2-Clique em “Fazer Pix”

    Na tela inicial clique na opção “fazer Pix” para iniciar a transferência

  3. 3- Digite a chave Pix 

    Digite atentamente a chave do destinatário para evitar erros no envio

  4. 4- Descreva o valor e as parcelas

    Informe o valor que deseja enviar e a quantidade de parcelas no o cartão de crédito

  5. 5-Confirme o pagamento

    O valor foi enviado com sucesso!

Como fazer um Pix de um banco para outro com cartão de crédito?

O Aplicativo do RecargaPay possibilita o envio de Pix de um banco para o outro utilizando o cartão de crédito. Com essa função, você paga o valor enviado em até 12 parcelas com os menores juros do mercado. No RecargaPay é fácil saber como fazer o Pix com cartão de crédito, pois todas as informações são dadas pelo aplicativo. Para isso, é necessário:

  • Baixar o aplicativo
  • Clicar em “Pix com cartão”
  • Inserir a Chave Pix e o valor
  • Determinar o número de parcelas
  • Confirmar o seu pagamento

Ao baixar o RecargaPay você já pode usufruir dessa funcionalidade, basta cadastrar a chave Pix e um cartão de crédito da sua escolha. As taxas para os clientes do Prime+ são de apenas 3,49%, e os clientes normais pagam 3,99%

Assim, fica claro que esse procedimento é de grande importância para que você organize as suas finanças e pague suas contas em dia, evitando a sua inadimplência. Já pensou em fazer uma transferência para a sua conta e realizar um investimento em pagar em até 12x com a menor taxa? Agora você pode!

Segundo o novo Chief Marketing Officer (CMO) da RecargaPay, Diego Belbussi, a RecargaPay já faz parte da vida de milhões de brasileiros, tem uma história inovadora no mercado e passou por um crescimento consistente nos últimos anos.

Existem taxas para enviar um Pix de um banco para outro?

Sim, muitos não sabem, mas a transferência via Pix de um banco para o outro possui uma pequena taxa de cobrança para contas de pessoas jurídicas. No entanto, pessoas físicas estão isentas desses valores para usufruir de pagamentos e receber valores sem débito de taxas. 

Mas vale ressaltar que a cobrança de taxa de conta PJ é autorizada pelo Banco Central do Brasil, no entanto nem todas as instituições financeiras e bancos fazem essa cobrança. Sendo assim, algumas cobram pequenas taxas e outras não.

Ainda assim, para os que cobram, não existe um valor fixo, e mesmo sendo baixo pode sofrer variações de banco para banco. Por isso, se você deseja abrir uma conta PJ para fazer o Pix cobrança e receber pelo QR Code, analise essas informações na instituição financeira escolhida.

Quanto posso enviar pelo Pix de um banco para outro?

Alguns bancos e instituições financeiras determinam o limite de Pix por dia com base no saldo em conta ou do valor máximo de transação TED. No entanto, essa regra determinada pelo Banco Central do Brasil se aplica somente ao valor da transferência, assim você pode realizar até mais de 500 operações, desde que não ultrapasse o valor permitido.

Durante a noite, existe um limite de Pix por dia padrão devido ao alto número de golpes que aconteciam nesse turno. Assim, foi adotado um limite de R$1mil das 20h até as 6h da manhã em feriados, fins de semana e dias úteis. Apesar de não haver uma quantidade de operações determinada, você pode fazer quantas forem necessárias nesse período desde que não ultrapassem o valor de R$1mil.

Caso tenha o hábito ou necessidade de manipular valores maiores nessa opção de pagamento, é possível ajustar o limite no seu aplicativo de banco ou entrando em contato com antecedência.

Para quais bancos eu posso fazer um Pix?

Essa é uma das modalidades de pagamentos mais utilizadas em todo o Brasil. Sendo assim, após a sua criação pelo Banco Central, diversas instituições financeiras e bancos adotaram. Por isso, hoje você pode fazer o Pix de um banco para o outro independentemente qual seja ele.

Para receber e enviar um Pix é necessário que as contas tenham as chaves cadastradas que podem ser CPF, chave aleatória, número de celular ou e-mail. Elas são como resumos das informações bancárias do destinatário. Cadastre a sua e venha usufruir de toda a praticidade que ele entrega para os seus usuários. 

Alternativas para enviar dinheiro de um banco para outro

Além do Pix, você pode optar por outras formas de pagamentos e transferências que também são seguras. A seguir, conheça as principais e as características de cada uma delas.

TED

Uma das principais características é que a Transferência Eletrônica Disponível (TED) quando feita antes das 17h cai no mesmo dia na conta de quem irá receber. Além disso, essa modalidade permite que sejam manipulados valores maiores que 5 mil reais. Para realizar esse tipo de transação é necessário dados como CPF de quem irá receber o valor, dados e tipo de conta e o valor que será enviado.

DOC

Já a opção de transferência DOC, que quer dizer Documento de Ordem de Crédito, o valor enviado só entra na conta de quem irá receber no dia seguinte. Além disso, o limite difere do TED, pois essa permite no máximo o envio de R$4999,99 reais. Para realizar esse tipo de transação com êxito é necessário dados como CPF de quem irá receber o valor, dados e tipo de conta e o valor que será enviado.

O que é Pix?

Criado pelo Banco Central do Brasil, o sistema Pix é uma modalidade de transferências e pagamentos instantâneos, ou seja, feita em segundos. Esta é uma ferramenta que entrega praticidade para as finanças, minimizando gastos com locomoção para depósitos, por exemplo. Em pouco tempo ele já se tornou o segundo sistema de pagamentos instantâneo mais usado no planeta.

Além disso, vale ressaltar que essa opção está disponível para todos os bancos ou instituições financeiras. Para usufruir do Pix basta cadastrar a sua assinatura digital e uma chave que é uma espécie de resumo da sua conta. Essa chave é necessária para receber valores no seu banco digital.

O sucesso alcançado pelo sistema Pix

Em pouco tempo o Pix já conquistou 536,9 milhões de chaves cadastradas, 138,4 milhões de usuários e 366,1 milhões de contas registradas. O recorde de 99,4 milhões de transações em um só dia foi alcançado no final de 2022. Segundo o Banco Central, este número se deve ao pagamento da primeira parcela do 13° salário.

As conquistas deste sistema são tão grandes que recentemente o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, revelou a possibilidade da criação de um Pix internacional, que vai integrar os países do Mercosul:

“Acho que isso é uma forma de unificar o bloco, sem necessidade de falar em termos de moeda. Se a gente tem um pagamento instantâneo, já unificado, nós já fazemos o trabalho de pagamento transfronteiriço”, afirmou.

Uma pesquisa feita pelo Sebrae e IBGE informa que os que mais recebem pagamentos pelo Pix são os microempreendedores individuais (MEI). A cada 10, 5 têm como principal forma de recebimento o Pix. Para o presidente do Sebrae, Carlos Melles, o meio digital vem ocupando cada vez mais lugar de destaque entre as formas de pagamento usadas pelos empreendedores.

O estudo mostra ainda que para 42% dos empreendedores o Pix é a principal forma de recebimento e está acima de outras modalidades, como dinheiro e cartões de crédito e débito, por exemplo. Para a analista da Unidade de Capitalização e Serviços Financeiros do Sebrae, Cristina Vieira Araújo, isto se deve aos benefícios que o sistema oferece, pois ele permite ter mais controle financeiro e tomar decisões importantes na gestão do fluxo de caixa, como pagar um fornecedor.

Conclusão

Ao decorrer do conteúdo abordamos o que é necessário para fazer Pix de um banco para o outro e como realizar esse procedimento. Além disso, adentramos em um breve exemplo e as características relacionadas a cobrança de taxas nessa modalidade de transferência.

Recomendamos que para segurança das suas finanças, busque usufruir de aplicativos e carteiras digitais como o RecargaPay, que oferece diversas vantagens no Pix. Afinal, a segurança é um dos principais fatores para quem manipula dinheiro nos aplicativos online.

Por fim, vale mencionar que as taxas cobradas por Pix de uma conta PJ podem variar conforme o banco. Sendo assim, se você se sente insatisfeito com seu banco ou limite do Pix para transferências de uma conta para outra, entre em contato para solicitar o aumento do limite.